Insólitos

Quando um prémio na lotaria destrói uma família

Quando um prémio na lotaria destrói uma família
Canva
A história de dois filhos que se juntaram contra o pai e se vingaram.

Em 2012, doze motoristas de autocarro ganharam a lotaria britânica. Os mais de 40 milhões de euros foram divididos por todos, tendo cada um ficado com cerca de 3,5 milhões de euros.

Uma história que tinha tudo para correr bem, mas não foi bem assim para a família de um dos motoristas. Inicialmente, o homem tinha dito que iria partilhar o dinheiro com a família, pagando uma viagem à mãe, de 78 anos, para que pudesse ir visitar o irmão gémeo à Austrália.

Mais tarde, voltou atrás na “promessa” de levar a mãe até à Austrália e decidiu usar parte do dinheiro para comprar dois carros novos.

Se há quem ache que o vencedor tinha o direito de fazer o que quisesse com o dinheiro, esse não foi o caso dos seus dois filhos, Alex e William, que pediram uma parte do prémio. O pai não terá acedido ao pedido e, ao invés, ofereceu a um deles 200 cigarros, contou na altura o filho de 45 anos.

Não tendo gostado da resposta do pai, os dois juntaram-se e vingaram-se, destruindo os carros novos que o homem tinha comprado. Depois de terem partido as janelas dos veículos, entregaram-se à polícia.

O caso chegou a tribunal, mas o pai decidiu não comparecer no julgamento contra os dois filhos. Uma história com 10 anos, mas que só agora foi divulgada pela imprensa britânica. Alex, o filho mais velho, revelou depois que a lotaria "arruinou" a sua família.

Últimas Notícias
Mais Vistos