Isabel II

Carlos, o príncipe que "esperou" 70 anos para ser rei

Carlos, o príncipe que "esperou" 70 anos para ser rei
WPA Pool
O novo rei de Inglaterra chega ao trono aos 73 anos. Da carreira militar aos casamentos com Diana e Camila, recordamos a vida do homem que “esperou” sete décadas para liderar a Família Real britânica.

Charles Philip Arthur George, conhecido por Príncipe Carlos, nasceu em 14 de novembro de 1948, no Palácio de Buckingham, em Londres (Inglaterra). É o filho mais velho da rainha Isabel II e do príncipe Filipe, duque de Edimburgo - que morreu em 9 de abril de 2021 - e herdeiro da coroa britânica.

O príncipe tinha três anos quando a mãe Isabel II foi proclamada rainha, após a morte do seu avô em 1952 - o rei Jorge VI.

Carlos, como herdeiro do trono britânico - desde os três anos - assumiu os títulos de duque da Cornualha, duque de Rothesay, conde de Carrick, barão de Renfrew, lorde das Ilhas e príncipe e grande intendente da Escócia.

Com quatro anos assistiu à coroação da mãe, Isabel II, na Abadia de Westminster, em 2 de junho de 1953.

Em 1958, Carlos foi nomeado príncipe de Gales e conde de Chester. No entanto, a sua investidura só correu em 1969, quando foi coroado pela rainha Isabel II numa cerimónia que foi transmitida pela televisão.

Carlos tomou o seu lugar na Câmara dos Lordes em 1970 e fez o discurso inaugural em 1974.

Educação

O príncipe começou a vida académica com sete anos em Hill House School, depois passou por escolas em Londres, Hampshire e Escócia.

Carlos foi admitido no Trinity College em 1967. Em Cambridge, o príncipe estudou Antropologia, Arqueologia e História, formou-se três anos depois e recebeu o diploma de bacharelato, em junho de 1970. Tornou-se o primeiro herdeiro do trono com um diploma de bacharelato.

O príncipe também estudou galês na Universidade de Gales.

O príncipe que foi comandante de um barco de guerra

Carlos começou a carreira militar no início da década de 1970. Foi piloto de helicópteros e caças e serviu na Marinha britânica.

O príncipe foi comandante de um barco de guerra entre fevereiro e dezembro de 1976.

Quinze anos de casamento com a princesa Diana

Em 24 de fevereiro de 1981, foi anunciado o noivado com Diana Spencer, filha do oitavo conde Spencer, que tinha 19 anos e era professora num jardim de infância.

O casamento realizou-se, em 29 de julho de 1981, na Catedral de São Paulo, em Londres, perante 3.500 convidados. A cerimónia foi seguida por cerca de 750 milhões de pessoas através da televisão.

O príncipe e a princesa de Gales tiveram dois filhos: o príncipe William, nascido em 21 de junho de 1982 e o príncipe Harry, nascido em 15 de setembro de 1984.

O casamento durou 15 anos. Em 28 de agosto de 1996, Carlos e Diana divorciaram-se, depois de ambos terem assumido que tinham mantido relações extra-conjugais.

Diana morreu em agosto de 1997, em França, e o príncipe de Gales tratou das burocracias como se ainda fosse sua esposa. Carlos viajou para Paris com as duas irmãs para ir buscar o corpo da princesa.

No dia do funeral, o príncipe de Gales acompanhou os seus dois filhos, na altura com 15 e 12 anos, atrás do caixão durante o caminho entre o The Mall e a Abadia de Westminster.

A relação com a duquesa da Cornualha

Carlos assumiu mais tarde a sua relação com Camila Parker-Bowles.

Em 9 de abril de 2005, o príncipe de Gales e Camila casaram-se numa cerimónia civil em Windsor. Depois do casamento, Camila passou a duquesa da Cornualha.

As funções do príncipe de Gales

Embora não exista uma função formal para o herdeiro do trono, Carlos assume deveres reais oficiais de apoio à rainha Isabel II e presta apoio comunitário.

Em 1976, Carlos criou o The Prince's Trust, uma instituição destinada a ajudar os mais desfavorecidos e marginalizados a construir os seus próprios negócios.

Carlos também tem de promover e proteger as tradições britânicas.

Últimas Notícias
Mais Vistos