Isabel II

BE critica três dias de luto nacional por morte de Isabel II: "É tanto ridículo como pacóvio"

A rainha Isabel II.
A rainha Isabel II.
GEOFF CADDICK
Deputado do Bloco de Esquerda considera que a decisão do Governo não representa "sentimento republicano".

O líder parlamentar do BE, Pedro Filipe Soares, criticou esta quinta-feira a decisão do Governo de declarar três dias de luto nacional pela morte de Isabel II, considerando que "não representa o sentimento popular e republicano".

"O Governo português declara três dias de luto nacional pela morte de Isabel II. É tanto ridículo como pacóvio", refere Pedro Filipe Soares numa publicação na rede social Twitter.

Na opinião do líder parlamentar e dirigente do BE esta decisão "não representa o sentimento popular e republicano", assim como não o representa a ele próprio.

O Conselho de Ministros aprovou hoje o decreto que declara três dias de luto nacional pela morte da Rainha Isabel II do Reino Unido, cumprindo-se nos dias 18, 19 e 20 de setembro.

"Sua Majestade a Rainha Isabel II do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte marcou profundamente a segunda metade do século XX e o primeiro quartel do século XXI.

Assim, neste momento de prolongado e profundo luto no nosso mais antigo Aliado, entende o Governo declarar o luto nacional nos dias 18, 19 e 20 de setembro de 2022", justifica o Conselho de Ministros.

Em comunicado, sublinha-se que o decreto de três dias de luto nacional é a "justa homenagem a sua Majestade a Rainha Isabel II".Um dos dias do luto nacional coincide com o dia do funeral de Estado da monarca britânica, que se realizará no dia 19 de setembro e no qual Portugal estará representado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

A Rainha Isabel II morreu na passada quinta-feira no Castelo de Balmoral, na Escócia, após mais de 70 anos do mais longo reinado da história do Reino Unido.

Últimas Notícias
Mais Vistos