Jogos Paralímpicos

Jogos Paralímpicos. Marcelo congratula missão portuguesa e diz que esteve "à altura da responsabilidade"

Miguel A. Lopes

A comitiva trouxe para Portugal duas medalhas de bronze, 17 diplomas olímpicos e 45 classificações acima do 16.º lugar.

O Presidente da República felicitou este domingo a missão portuguesa que participou nos Jogos Paralímpicos, em Tóquio, no Japão, considerando que todos os elementos da comitiva "estiveram à altura da responsabilidade e honraram o compromisso".

Através de uma nota publicada na página da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa "felicita a missão portuguesa que participou nos Jogos Paralímpicos", que decorreram na capital nipónica.

"Realizados sob o signo da pandemia, depois de adiamentos, confinamentos e restrições de diversa ordem, a participação nestes jogos é só por si uma vitória" para todos os envolvidos, que "corresponderam ao desafio, estiveram à altura da responsabilidade e honraram o compromisso", prosseguiu o chefe de Estado.

Marcelo Rebelo de Sousa fez um balanço de uma "missão bem-sucedida" e que, por isso, "merece o reconhecimento público do Presidente da República e uma palavra de agradecimento" ao Comité Paralímpico de Portugal.

A participação portuguesa nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 acabou com a conquista de duas medalhas de bronze, 17 diplomas olímpicos e 45 classificações acima do 16.º lugar.

► Veja mais:

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia