Julho sem plástico

Em 2018 foram produzidas 600 toneladas de plástico em Portugal

Gonçalo Freitas

Gonçalo Freitas

Editor de Imagem

Das 600 toneladas, apenas 72 foram encaminhadas para os ecopontos

A quantidade de plástico produzida no mundo ainda é bastante elevada, apesar de todos os aviso. E por isso, é importante diminuir estes números e reciclar mais.

Em Portugal, os dados de 2018 mostram que foram produzidas 600 mil toneladas de plástico, mas apenas 72 foram encaminhadas para os ecopontos. Portugal é dos países europeus que mais usa sacos de plástico.

A reciclagem permite fabricar novos produtos com menos energia e com menos matérias-primas, permite assim poupar recursos naturais.

Todos os dias, há diversas situações em que o plástico continua a ser a solução mais fácil, como acontece em casa com o uso de película aderente que continua a ser um dos materiais de uso único mais utilizados.

As películas de plástico não podem ser recicladas porque são demasiadas finas e encravam as máquinas.

Portugal está longe das metas europeias de reciclar 50% do lixo recolhido até 2022, um número que poderá estar ainda mais em risco devido à Covid-19.

Quercus apela à reutilização de sacos de plástico e de máscaras comunitárias

A Quercus apelou à reutilização dos sacos de plástico e ao seu correto encaminhamento para reciclagem, bem como à adoção de materiais reutilizáveis nas práticas do dia-a-dia, como as máscaras comunitárias.

A associação lembra que à crise climática se junta "uma brutal crise económica", decorrente da pandemia Covid-19, e que é fundamental acelerar a transição "para o modelo de economia mais circular", onde se valorizam mais os recursos, minimizando o seu consumo, reutilizando e fazendo o encaminhamento correto dos resíduos.