Legislativas 2019

O que dizem os partidos?

JOAO RELVAS

Seleção de frases da noite eleitoral.

"O PS tem todas as condições para formar governo (...). [Se precisar de apoio parlamentar, deve] procurar uma solução de estabilidade que assuma a continuidade da reposição de direitos e rendimentos ao longo da legislatura, e isso deve estar refletido no programa de Governo que vier apresentar, ou realizar negociações ano a ano para cada orçamento. O BE manifesta a sua disponibilidade e, se a primeira não se realizar, estaremos também disponíveis para a negociação caso a caso."

Catarina Martins, coordenadora do BE


MANUEL DE ALMEIDA

"Nada obsta, a que como aconteceu ao longo de décadas e de sucessivas legislaturas, o Presidente da República, ouvidos os partidos, indigite o primeiro-ministro [António Costa] , se forme governo e este entre em funções."

Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP

JOAO RELVAS

"Será em função das opções do PS, dos instrumentos orçamentais que apresentar e do conteúdo do que legislar que a CDU determinará, como sempre, o seu posicionamento, vinculado aos compromissos que assumiu com os trabalhadores e o povo, decidido a dar combate a todas as medidas negativas, a todos os retrocessos que o PS queira impor."

Jerónimo de Sousa


"Não haverá repetição da cena do papel."

Jerónimo de Sousa, numa referência aos acordos bilaterais assinados pelo PS com PCP, PEV e BE em 2015


"O resultado da CDU é inseparável de uma intensa e prolongada operação de que foi alvo, sustentada na mentira, na difamação e na promoção de preconceitos, que não se limitou apenas a apoucar e denegrir a CDU."

Jerónimo de Sousa


"Em estado de choque num dos dias mais tristes da minha vida política no CDS mas consciente das responsabilidades que um resultado destes tem para todos nós no CDS. Sempre CDS. Nos bons e nos maus momentos."

Filipe Lobo d'Ávila, do grupo "Juntos pelo Futuro" do CDS


"Obviamente que o resultado é mau, não há como dizer que este resultado é bom."

Nuno Melo, eurodeputado do CDS-PP


"Não é seguramente o momento para conjeturar, falar e dizer o que seja a propósito de sucessores [de Assunção Cristas, que anunciou a demissão da liderança do partido] . É até um desrespeito em relação a todos aqueles que se candidataram a deputados."

Nuno Melo


"Claro que sim [Rui Rio deve continuar como presidente do PSD] , a pergunta neste momento nem sequer faz muito sentido (...) Manifestamente sim, mas claro que ainda é cedo para uma leitura final, temos de ouvir o que o dr. Rui Rio terá a dizer."

Paulo Mota Pinto, presidente do Conselho Nacional do PSD


"O CDS teve realmente uma prestação mais fraca, quase que diria que os resultados que existiram em 2015 não se repetirão sobretudo por culpa do CDS."

Paulo Mota Pinto


"Aquilo que mais afasta o PS de uma hipótese de maioria absoluta é a votação reforçada do PSD, reforçada olhando aquelas que eram as expectativas no início da campanha, e que eram oito ou nove pontos abaixo daquele que é o resultado que o PSD obtém."

Nuno Morais Sarmento, vice-presidente do PSD


"Em política não há justiça ou injustiça, há votos."

Pedro Santana Lopes, presidente da Aliança

TIAGO PETINGA


"A Aliança continua. A Aliança não é um projeto de uma só pessoa, é um projeto coletivo."

Pedro Santana Lopes


"Para já, só há projeções, ainda não elegemos nenhum deputado. Falarei no final. Vamos aguardar com serenidade"

André Silva, porta-voz do PAN

Lusa