Rumo ao Mundial 2018

FIFA não encontrou provas de doping na seleção russa

O interior do Estádio de Kaliningrado, um dos estádios que vai receber o Mundial de Futebol de 2018, na Rússia.

Sergei Karpukhin

A FIFA anunciou esta terça-feira que não tem provas suficientes de doping em jogadores da Rússia que vão estar presentes no Mundial de futebol, que se inicia em 14 de junho.

A posição foi tomada após o organismo mundial de futebol receber informações da Agência Mundial Antidoping, amostras do laboratório de Moscovo e informação do antigo diretor do laboratório, Grigory Rodchenkov.

Na semana passada, a Rússia apresentou a sua lista provisória de 28 jogadores, mais sete reservistas, para o Mundial que começa em Moscovo em 14 de junho e decorre até 15 de julho.

"Foram encontradas provas insufientes para se considerar que houve violação das regras antidoping. A FIFA informou a AMA dessas conclusões e a AMA concordou e encerra o processo", refere o organismo, que não adianta informação sobre as investigações a jogadores que não vão ao Mundial.

Lusa