Orçamento do Estado 2019

Presidente da República promulga Orçamento do Estado

Benoit Tessier

Orçamento do Estado para 2019 é o último da legislatura.

O Presidente da República promulgou esta sexta-feira o Orçamento do Estado de 2019 (OE2019), mas deixou a dúvida de se conseguir manter o "rigor orçamental e crescimento e emprego" em caso de desaceleração económica, em Portugal e no Mundo.

Na nota publicada no "site" da Presidência, em que anuncia a promulgação, Marcelo Rebelo de Sousa justificou a decisão com a "mais complexa situação externa", com "o valor da estabilidade política" e a continuada "preocupação com a redução da dívida pública" e a "credibilidade alcançada" pelo país junto das "instituições financeiras internacionais".

Assinalou, no entanto, que o cenário macroeconómico do OE2019 é "mais generoso do que o apontado pela generalidade das instituições internas e externas".

E, por outro lado, sublinhou ainda a dúvida "de saber se, havendo desaceleração económica externa e interna", o equilíbrio possível, "entre rigor orçamental e crescimento e emprego, é suscetível de se manter", lê-se ainda na nota.

Lusa

  • “Entregues à Sorte” – Primeiro episódio
    30:41