Operação Lex

Conselho Superior da Magistratura rejeita reunião com sindicato

(Arquivo)

Profissionais preocupados com alegadas manipulação dos sorteios de processos judiciais.

O Conselho Superior da Magistratura rejeitou esta quarta-feira uma reunião com a Associaçao Sindical dos Juízes portugueses no âmbito da operação Lex.

Justifica a decisão com a opinião pública do sindicato, que exigiu uma sindicância urgente para averiuguar eventuais irregularidades no sorteio dos processos eletrónicos.

O Conselho Superior da Magistratura acrescentou ainda que a reunião do próximo dia 3 de março não pode ser alterada. O sindicato não desiste e já pediu a marcação de uma data para que sejam ouvidos os representantes.

CSM está a investigar

O Conselho Superior da Magistratura está a investigar alegadas manipulações dos sorteios eletrónicos de processos judiciais no Tribunal da Relação de Lisboa e promete ir até às últimas consequências.

É a resposta às suspeitas que recaem sobre o ex-presidente do Tribunal da Relação, que já foi constituído arguido no âmbito da Operação Lex. Luís Vaz das Neves nega qualquer envolvimento na manipulação do sorteio de processos.