Orçamento do Estado

António Costa diz que não fez qualquer ameaça para conseguir aprovação do Orçamento do Estado

Nem qualquer pressão negocial.

O primeiro-ministro desvalorizou o cenário de crise política e garantiu que disse apenas o óbvio.

António Costa recusa ter feito qualquer ameaça ou pressão negocial para conseguir a aprovação do Orçamento do Estado.