Orçamento do Estado

Impasse nas negociações a três dias da entrega do Orçamento do Estado 

PCP fala em evolução, mas diz que o Governo está ainda longe das pretensões dos comunistas. Já o Bloco de Esquerda acusa o executivo de intransigência. 

No centro da discórdia continuam matérias como o financiamento ao Novo Banco, o novo apoio social e as contratações para o Serviço Nacional de Saúde.

Temas em que não há entendimento entre Governo e partidos de esquerda e que levaram o Executivo a aprovar na quinta-feira uma versão do Orçamento do Estado para 2021 que ainda não está completa.

Mas a data limite para a entrega do documento na Assembleia da República é a próxima segunda-feira, por isso o Governo tem pouco mais de três dias para chegar a acordo com o Bloco de Esquerda e PCP.


  • Marcelo Rebelo de Sousa: aprender a perder para depois ganhar o país

    Presidenciais

    Marcelo Rebelo de Sousa foi um predestinado. Nasceu e cresceu à boleia da ditadura, mas a sua luta foi pela democracia. Parecia não alimentar a vontade de alcançar altos cargos políticos e chegou mesmo a invocar o nome de Deus em vão: "Nem que Cristo desça à Terra!", dizia Marcelo. Declarou também que dez anos como Presidente da República era muito tempo. Mas ei-lo de novo a contrariar-se e a seguir o caminho que já lhe vinha a ser apontado.

    Ana Luísa Monteiro