Orçamento do Estado

OE2021. Ana Gomes defende acordo estável com a esquerda

"O horizonte tem que ser maior que o orçamento do próximo ano"  

Ana Gomes defende uma "geringonça 2", com um acordo estável.

A militante socialista deseja que o entendimento para o próximo Orçamento de Estado resulte num acordo entre o Governo e esquerda parlamentar para toda a legislatura.

"O horizonte tem que ser maior que o orçamento do próximo ano. Tem de ser o das reformas de fundo que o país precisa para sair da situação que se encontrava, já mesmo antes da pandemia", disse a pré-candidata à presidência da república, que falou com SIC em Campo Maior, no Alentejo.

António Costa diz que estão criadas condições para acordo com BE e PCP

"Quanto ao essencial não vejo como pode não haver acordo com o BE e o PCP", insistiu António Costa, ao lado do primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, questionado pelos jornalistas na conferência de imprensa final da Cimeira Luso-Espanhola que se realizou hoje na Guarda.

O chefe do Governo português referiu que uma das medidas que a proposta de Orçamento prevê será uma redução da taxa de retenção na fonte de IRS para todos os trabalhadores em 2021, de forma a aumentar o salário recebido no final do mês.