Orçamento do Estado

BE e PCP apresentam alterações ao OE para 2021. Só os comunistas já lançaram 154 propostas

Votação final do Orçamento do Estado acontece a 26 de novembro.

O PCP e o Bloco de Esquerda apresentaram esta quarta-feira dezenas de alterações ao Orçamento do Estado para 2021. Os bloquistas ainda admitem viabilizar o documento, mas só o fazem se o governo incluir as propostas do partido.

Entre as medidas propostas pelo BE, está o alargamento do apoio social por causa da pandemia, mais contratações para o serviço nacional de saúde e tentar ir mais longe na proteção do emprego.

O PCP já apresentou 154 alterações e diz que a viabilização do orçamento depende do esforço de aproximação do governo.

Na primeira votação, além do voto favorável do Partido Socialista, o orçamento passou com a abstenção do PCP, Verdes e PAN.