Óscares 2019

Memórias de um pintor alemão a caminho dos Óscares

Cartaz Cinema

Memórias de um pintor alemão a caminho dos Óscares

João Lopes

João Lopes

Crítico de Cinema

É um dos grandes candidatos a uma nomeação para o Óscar de melhor filme estrangeiro: “Nunca Deixes de Olhar” chega esta semana às salas portuguesas. João Lopes destaca também a estreia de “O Culpado”, representante dinamarquês na corrida ao mesmo Óscar, e ainda “Glass”, a nova proeza fantástica de M. Night Shyamalan.

Inspirado na vida de um dos maiores pintores contemporâneos, Gerhard Richter (n. 1932), “Nunca Deixes de Olhar”, de Florian Henckle van Donnersmarck, faz o retrato de um jovem pintor, no pós-guerra, apostado em superar as barreiras artísticas impostas pelas autoridades da Alemanha de Leste — um invulgar fresco histórico que poderá levar a Alemanha a obter mais uma nomeação para o Óscar de melhor filme estrangeiro.

Da Dinamarca, e também na corrida dos Óscares, chega “O Culpado”, de Gustav Möller, centrado na personagem de um polícia a trabalhar num centro de atendimento de chamadas de urgência — o resultado é um “thriller” psicológico vivido num cenário claustrofóbico.

Em “Glass”, M. Night Shyamalan aposta em prolongar as suas próprias histórias fantásticas, recuperando as personagens de dois dos seus títulos: “O Protegido” (2000) e “Fragmentado” (2016). Samuel L. Jackson, Bruce Willis e James McAvoy regressam, assim, para interpretar uma aventura vibrante em que os super-heróis são bem diferentes do habitual.

O confronto político e familiar de duas rainhas do século XVI volta a interessar o cinema: “Maria, Rainha dos Escoceses” encena a rivalidade da rainha da Escócia e Isabel I de Inglaterra. Com Saiorse Ronan e Margot Robbie, o filme marca a estreia cinematográfica da encenadora teatral Josie Rourke.

“Missão Impossível: Fallout” foi um dos grandes espectáculos de 2018, com Tom Cruise a retomar (pela sexta vez) a personagem do super-espião Ethan Hunt — realizado por Christopher McQuarrie, já está disponível em DVD.

* Banda sonora: “Rumble Fish” (1983), de Francis Ford Coppola

> “Don’t Box Me In”, Stewart Copeland & Stan Ridgway

  • Norte ou Sul? Roteiro em Peso da Régua e em Cuba
    9:34