Protestos em Hong Kong

Governo de Hong Kong avisa que vai fazer cumprir "vigorosamente" a nova Lei de Segurança Nacional

Rita Neves

Rita Neves

Jornalista

Gonçalo Freitas

Gonçalo Freitas

Editor de Imagem

Carie Lam avisa os ativistas para que não passem as "linhas vermelhas" previstas no diploma aprovado a 30 de junho.

A nova lei imposta por Pequim amplia os poderes das autoridades e está a ser vista como um ataque à liberdade de expressão e à democracia na antiga colónia britânica.

Rede social de partilha de vídeos Tik Tok anunciou a suspensão da aplicação no território. E outras plataformas como o Facebook, a Google e o Twitter dizem que não vão fornecer as informações sobre os utilizadores, pedidas ao abrigo da nova lei.