SIC 25 Anos

Estava no sítio certo à hora certa

Cada dia que passa por nós, a trabalhar na SIC, acrescenta uma história às nossas vidas, muitas delas fazem parte da história do País e do Mundo... São tantas que é difícil escolher uma.

Não sou boa em datas mas para isso temos o arquivo que guarda o nosso legado. Enquanto escrevo veio-me à memória uma viagem de autocarro pela A2, com o engenheiro António Guterres enquanto primeiro-ministro. O objetivo da viagem foi a inauguração da ponte sobre o Sado junto a Alcácer do Sal, inauguração de um troço da auto-estrada que liga Lisboa ao Algarve.

Foi o tempo das grandes obras, seguiu- se a ponte Vasco da Gama e também "estávamos lá" a dar notícias de histórias dentro da História.

Mais recentemente, tive a mala feita durante quase uma semana à espera que a Direção desse indicação para ir para Londres, onde centenas de jornalistas de todo o mundo aguardavam pelo nascimento do príncipe George à porta do hospital St. Mary.


Eu e o Humberto Candeias saímos de Lisboa ao fim da manhã de 22 de Julho e do aeroporto fomos diretos para o hospital, não havia tempo a perder, pois a SIC tinha reservado cinco minutos para fazer direto para o Jornal da Noite, entre as 20h00 e as 20h05.

Cheguei e esperei dez minutos pela minha vez, na fila do stand up /posição de direto, comecei o direto e, de repente, a porta do hospital abre e sai o mensageiro da rainha a anunciar o nascimento de "um rapaz "...

Foi um momento indescritível entre os jornalistas e populares presentes. Estava no sítio certo à hora certa. Dos muitos jornalistas que esperaram dias a fio naquela rua frente ao hospital muito poucos tiveram a sorte de estar em direto no momento da notícia e eu, nós SIC, estávamos .


É único trabalhar e estar onde tudo acontece... Obrigada SIC.