Operação Marquês

Zeinal Bava ouvido esta quarta-feira na instrução da Operação Marquês

Zeinal Bava ouvido esta quarta-feira na instrução da Operação Marquês

Defesa do antiga administrador da PT diz que acusação do Ministério Público é um "titanic processual".

Zeinal Bava, que é acusado de crimes de corrupção, branqueamento e fraude fiscal, tenta evitar a ida a julgamento.

O Ministério Público assegura que durante anos o antigo presidente da PT recebeu mais de 25 milhões de euros através do saco azul do GES.

  • "Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês" (Parte I)
    35:45

    Operação Marquês

    A acusação da Operação Marquês diz que, em 5 anos, foram pagos quase 36 milhões de euros de luvas a José Sócrates. A maior fatia veio do Grupo Espírito Santo. O Ministério Público fala em pagamentos por decisões políticas sobre negócios da PT, alegadamente em benefício de Ricardo Salgado. Além de Sócrates, também Zeinal Bava e Henrique Granadeiro terão recebido dezenas de milhões de euros do ex-banqueiro. Nesta primeira parte da reportagem "Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês", começamos a seguir do rasto desse dinheiro, conduzidos pelas pistas deixadas à investigação, nos registos secretos de um director do Grupo Espírito Santo.

  • "Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês" (Parte II)
    24:59

    Operação Marquês

    O Ministério Público estima que, em apenas 8 anos, a ES Enterprises movimentou mais de três mil milhões de euros. E sempre à margem de qualquer controlo. Na tese da Operação Marquês, foi desta empresa fantasma que saiu a maior parte das luvas alegadamente pagas por Ricardo Salgado a José Sócrates, Zeinal Bava, Henrique Granadeiro e Hélder Bataglia, por causa dos negócio da PT. Na primeira parte da grande reportagem "Oui, Monsieur - o saco azul do marquês" vimos como o chumbo da OPA da SONAE à PT terá sido o primeiro desses negócios.Agora, olhamos para outros pagamentos milionários e procuramos perceber o que está atrás desse alegado saco azul. A investigação concluiu que era financiado através de operações financeiras complexas, por vezes com dinheiro dos clientes do BES.

  • O saco azul da Operação Marquês
    5:59

    José Sócrates: O Confronto

    A acusação da Operação Marquês diz que o Grupo Espírito Santo pagou quase 100 milhões de euros de luvas, por causa de negócios relacionados com a PT. A maior fatia terá sido entregue a José Sócrates, mas os investigadores acreditam que também Zeinal Bava e Henrique Granadeiro receberam subornos de Ricardo Salgado. O dinheiro terá saído de uma empresa fantasma, chamada ES Enterprises, que escapou sempre ao controlo do Banco de Portugal. É o que explica este excerto da Grande Reportagem "Oui, Monsieur - O Saco Azul do Marquês", para ver no Jornal da Noite de hoje.

  • Bava pagou 7,5% de IRS por valor cuja taxa era de 46,5%
    1:25

    País

    Zeinal Bava transferiu para Portugal 11,5 milhões de euros para aderir ao Regime Excecional de Regularização Tributária, um perdão fiscal que o antigo presidente da PT aproveitou em 2012. Bava pagou 7,5% de IRS por 11,5 milhões de euros, quando a taxa para valores superiores a 153 mil euros era de 46,5%.

  • O 16.º episódio do "Polígrafo SIC"
    25:04