Operação Marquês

Sorteio atribuiu ao juiz Rui Rangel um recurso da Operação Marquês

(Arquivo)

LUSA

Magistrado é suspeito de vários crimes na Operação Lex.

Um recurso da Operação Marquês foi atribuído ao juiz Rui Rangel, suspeito de vários crimes na Operação Lex.

A informação foi avançada ao jornal Público pelo presidente do Tribunal da Relação de Lisboa.
A atribuição foi feita por sorteio através de um sistema informático.

O juiz Rui Rangel voltou ao trabalho, depois de ter estado suspenso mais de um ano e meio, por suspeitas de corrupção e tráfico de influências.

O processo ainda decorre, mas a medida de suspensão ficou sem efeito, porque atingiu o limite máximo previsto na lei.