Operação Marquês

PCP considera "inaceitável" demora no processo. Partidos abrem porta a alterações legislativas

Partidos políticos apontam críticas à justiça.

A decisão instrutória da Operação Marquês continua a gerar reações dos partidos.

Este domingo foi a vez do PCP, que deixa críticas à lentidão do processo. Também Bloco, PAN, CDS e Iniciativa Liberal apontaram críticas à justiça e abriram a porta a alterações legislativas. Todos com a nota de que a procissão ainda vai no adro.

O partido Chega já tinha reagido nas redes sociais e o líder André Ventura não se coibiu de voltar ao tema de viva voz.

O PSD reuniu-se para analisar o desfecho da fase de instrução, mas ainda não se manifestou oficialmente sobre o caso. António Costa e o PS continuam a ver o desenrolar da história à distância e em silêncio.

Já Marcelo de Rebelo de Sousa recusa comentar o caso em concreto, mas faz votos de que os mega processos na justiça se concluam em tempo útil.

Veja também: