Tempestade Leslie

Oito escolas dos concelhos mais afetados pela tempestade reabrem na 3.ª feira

PAULO NOVAIS

Oito escolas dos concelhos mais afetados pela tempestade Leslie, na região Centro, vão reabrir na terça-feira, sendo que outros oito estabelecimentos de ensino vão continuar encerrados, informou esta segunda-feira o Ministério da Educação.

Em Montemor-o-Velho (Coimbra) vão continuar encerradas na terça-feira as escolas básicas de Carapinheira e Arazede e na Figueira da Foz (Coimbra) as escolas secundárias Joaquim de Carvalho e Bernardino Machado e as escolas básicas Infante D. Pedro e de Paião.

Em Soure (Coimbra), a escola secundária da vila e na Vieira de Leiria, no concelho da Marinha Grande, distrito de Leiria, a Escola Secundária José Loureiro Botas vai continuar de portas fechadas, disse esta segunda-feira à agência Lusa o Ministério da Educação, num ponto de situação relativo aos concelhos mais afetados nos distritos de Coimbra e Leiria pela tempestade Leslie.

Na terça-feira, reabrem, em Montemor-o-Velho, a escola básica de Pereira do Campo e a escola secundária da sede do município, na Figueira da Foz as escolas básicas João de Barros e Pinto Mário Augusto, em Mirando do Corvo reabre a escola básica Ferrer Correia, em Vila Nova de Poiares a Escola Básica e Secundária Dr. Daniel de Matos e em Soure a escola básica da vila.

Segundo o Ministério da Educação, nos concelhos da Figueira da Foz, Montemor-o-Velho e Soure, no distrito de Coimbra, "todos os estabelecimentos de ensino estiveram encerrados esta segunda-feira".

"O Ministério da Educação trabalha de forma próxima e permanente com as direções dos agrupamentos e escolas, bem como com as autarquias, no sentido de ultrapassar os efeitos das condições meteorológicas de ontem [domingo] e para que, tão breve quanto possível, as comunidades educativas voltem ao seu regular dia-a-dia", refere a tutela, na nota enviada à Lusa.

Segundo informação da Câmara Municipal de Cantanhede (Coimbra), também naquele concelho os jardins de infância e escolas básicas do Agrupamento de Escolas Lima-de-Faria vão estar fechados na terça-feira.

A passagem do furacão Leslie por Portugal, no sábado e domingo, onde chegou como tempestade tropical, provocou 28 feridos ligeiros e 61 desalojados.

A Proteção Civil mobilizou 8.217 operacionais, que tiverem de responder a 2.495 ocorrências, sobretudo queda de árvores e de estruturas e deslizamento de terras.

O distrito mais afetado pelo Leslie foi o de Coimbra, onde a tempestade, com um "percurso muito errático", se fez sentir com maior intensidade, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

Na Figueira da Foz, uma rajada de vento atingiu os cerca de 176 quilómetros por hora no sábado à noite, valor mais elevado registado em Portugal, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Lusa