Vacinar Portugal

Covid-19. Alargar intervalo entre doses permite vacinar mais 100 mil pessoas 

Prazo entre primeira e segunda dose da vacina da Pfizer vai ser alargado.  

O intervalo do prazo entre a primeira e a segunda toma da vacina da Pfizer contra a covid-19 vai ser alargado de 21 para 28 dias. A decisão vai permitir vacinar mais 100 mil pessoas até ao fim do mês.

A medida é idêntica à do Reino Unido, mas a estratégia não é consensual e foi seguida, até agora, por poucos países.

Para além da alteração do prazo, há mais novidades no plano de vacinação em Portugal. A lista de prioridades vai ser revista, com a entrada de pessoas com trissomia 21 nos grupos prioritários. A Direção-Geral da Saúde admite estar disponível para analisar e propor outros grupos como prioritários, caso se justifique.

  • 2:33