Vacinar Portugal

Mais de 80 personalidades portuguesas lançam apelo para que patentes das vacinas sejam levantadas

José Aranda da Silva foi o primeiro presidente do Infarmed e agora é o número 1 da lista de mais de 80 personalidades que assina o apelo.

Mais de 80 personalidades portuguesas lançaram esta quinta-feira um apelo para que as patentes das vacinas contra a covid-19 sejam suspensas.

O manifesto diz que a falta de vacinas em Portugal e na Europa é incompreensível e culpa a Comissão Europeia. Acusa Bruxelas de deixar as leis do mercado a funcionar quando deveriam ser controladas.

Quanto ao papel de Portugal, que está a cargo da Presidência da União Europeia, os signatários pedem uma posição firme num assunto, que dizem
ser significativo para o presente e futuro.

José Aranda da Silva foi o primeiro presidente do Infarmed e agora é o número 1 da lista de mais de 80 personalidades que assina o apelo para que as patentes das vacinas sejam levantadas.

Também a coordenadora do Bloco de Esquerda e o secretário-geral do PCP já vieram a público defender a suspensão das patentes apesar de não assinarem o apelo.