Vacinar Portugal

Cinco mortos e 1.231 infetados entre pessoas com vacinação completa em Portugal

Canva

Quatro das vítimas mortais tinham 80 ou mais anos.

A Direção Geral da Saúde (DGS) revelou na quinta-feira que em dois milhões de pessoas com esquema vacinal completo há mais de 14 dias em Portugal, 1.231 contraíram a infeção por SARS-CoV-2, 43 foram internadas e cinco morreram.

Segundo dados divulgados pela DGS, entre os 1.231 casos de covid-19 em pessoas já com a vacinação completa há mais de 14 dias, 26 foram internadas "com diagnóstico principal" de covid-19 e 17 com "diagnóstico secundário".

Portugal regista ainda cinco óbitos de pessoas com esquema vacinal completo, sendo que quatro destas tinham 80 ou mais anos, segundo os dados da DGS sobre a vigilância da mortalidade por covid-19.

"Recordamos que a efetividade vacinal é muito elevada, mas não é de 100%, pelo que se continuam a recomendar as conhecidas medidas de precaução", salientou a DGS, explicando que existem aproximadamente dois milhões de pessoas com esquema vacinal completo há mais de 14 dias.

No total de infetados após vacinação completa, 37% estavam na faixa etária dos 80 e mais anos, e 8% dos 70 aos 79 anos, estando os restantes distribuídos nas outras faixas etárias, explicou ainda.

Já quanto ao total de internados com diagnóstico principal de covid-19 após vacinação completa, a DGS adiantou que 77% destes têm mais de 80 anos.

"Todos os casos de infeção por SARS-CoV-2 são encaminhados por equipas médicas e de Saúde Pública, seguindo os normativos em vigor da DGS. Este seguimento clínico é independente do estado vacinal da pessoa. Em casos particulares, nas pessoas com esquema vacinal completo, a equipa médica ou de saúde pública pode requerer investigações suplementares, como a sequenciação genética do vírus", referiu.

A DGS manteve ainda o "apelo à vacinação, especialmente dos mais vulneráveis, apelando-se ao papel pedagógico dos órgãos de comunicação social nesse sentido".

Veja também: