Os números da Covid-19

Portugal com mais 4 mortes e 500 casos de covid-19 em 24 horas

Porto, Portugal

VIOLETA SANTOS MOURA

O último balanço da DGS.

Portugal contabiliza esta quarta-feira mais quatro mortes e 500 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 18.008 mortes e 1.072.537 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando ativos 30.058 casos, mais 174 em relação a terça-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 349 doentes, mais três face a ontem. Nos cuidados intensivos estão 60 doentes, menos dois.

Os dados indicam ainda que mais 322 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 1.024.471 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 25.218 contactos, menos 800 relativamente ao dia anterior.

As mortes ocorreram na região Norte (2), na região Centro (1), e no Algarve (1)

O maior número de óbitos continua a concentrar-se entre os idosos com mais de 80 anos (11.742), seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos (3.856).

Do total de vítimas mortais registadas, até à data, em Portugal 9.447 eram homens e 8.561 mulheres.

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 495.568 homens e 576.233 mulheres, segundo os dados da DGS, segundo os quais há 736 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Entre as novas infeções destaca-se a faixas etária dos 30 aos 39 anos (mais 75), seguido dos idosos com mais de 80 anos (66), dos 40 aos 49 anos (mais 64), dos 0 aos 9 anos (mais 63), dos 50 aos 59 (mais 61), dos 20 aos 29 anos (mais 44) e dos 70 aos 79 anos (mais 44) e dos 60 aos 69 anos (mais 42).

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 158 novas infeções, contabilizando-se até agora nesta área geográfica 414.544 casos e 7.684 mortos.

A região Norte registou 183 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 411.313 casos de infeção e 5.564 óbitos desde o início da crise pandémica.

Na região Centro registaram-se mais 42 casos, perfazendo 143.347 infeções e 3.151 mortos.

No Alentejo foram assinalados 49 novos casos de infeção, totalizando 39.150 contágios e 1.028 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve, o boletim de hoje da DGS contabiliza 46 novos casos, acumulando-se 42.900 contágios pelo SARS-CoV-2 e 467 óbitos.

A região Autónoma da Madeira contabilizou 10 novos casos, somando 12.348 infeções e 72 mortes devido à doença covid-19 desde março de 2020.

Nas últimas 24 horas, e segundo a DGS, os Açores registaram 12 novos casos, o que eleva para 8.935 contágios desde o início da pandemia.

O número de óbitos mantém-se nos 42.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

TAXA DE INCIDÊNCIA DESCE E ÍNDICE DE TRANSMISSIBILIDADE SOBE

A taxa de incidência de infeções com SARS-CoV-2 nos últimos 14 dias voltou esta quarta-feira a descer quer no continente quer a nível nacional

A taxa de incidência nacional desceu para 90,5 casos de infeção por 100 000 habitantes (estava em 94,3). No continente a tendência de descida mantém-se, está agora nos 90,9 casos por 100 000 habitantes (estava em 95,1 casos).

O R(t) nacional mantém-se em 0,91 e no continente em 0,90.

Os dados dos indíces R(t) e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira.

Segundo estado de emergência em Portugal teve menos impacto na mobilidade das pessoas

O segundo estado de emergência, decretado para combater a pandemia de covid-19, teve menor impacto na mobilidade dos cidadãos em Lisboa e Cascais, de acordo com o projeto "Indicadores de mobilidade intra-municipais no combate à covid-19" da NOS e Nova SBE.

"Se no primeiro estado de emergência e primeiro confinamento, iniciado a 19 de março de 2020, a análise registou quebras na contagem de pessoas distintas por secção do município na ordem dos 65 a 80% em Lisboa e na casa dos 45 a 65% em Cascais, as quebras no segundo estado de emergência, iniciado a 09 de novembro, foram substancialmente inferiores: 30 a 45% em Lisboa, e 15 a 25% em Cascais", refere a análise.

Norte é a região com mais vacinados contra a covid-19

A região norte do continente é a que alcançou até agora a maior quantidade da população totalmente vacinada contra a covid-19, 87%, sendo o Algarve a única região que está abaixo dos 80%, anunciou esta terça-feira a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o relatório semanal da DGS sobre a vacinação, que contabiliza a vacinação desde 27 de dezembro de 2020 até ao último domingo, depois dos 87% de pessoas com vacinação completa na região norte surge a região centro e o Alentejo com 86%.

Lisboa e Vale do Tejo, Açores e Madeira surgem depois com 82% da população com a vacinação completa, e finalmente o Algarve, com 78%.

O relatório esta terça-feira divulgado refere que no total do país mais de 8,7 milhões de pessoas (84%) já completaram a vacinação contra o vírus SARS-CoV-2, e que mais de 8,9 milhões (87%) receberam pelo menos uma dose.

LINKS ÚTEIS

MAPA COM OS CASOS A NÍVEL GLOBAL