Os números da Covid-19

Portugal com mais 15 mortes e 3.150 novos casos de covid-19 em 24 horas

TIAGO PETINGA

O último balanço da Direção-geral da Saúde.

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 15 mortes e 3.150 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 18 385 mortes e 1 133 241 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando ativos 49 525 casos, mais 1 493 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 691 doentes, mais 10 do que ontem. Nos cuidados intensivos estão 103 doentes, menos 2.

Os dados indicam ainda que mais 1 642 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 1 065 331 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 52 763 contactos, mais 3 109 relativamente ao dia anterior.

Das 15 mortes, três ocorreram no Centro, seis em Lisboa e Vale do Tejo, quatro no Norte, uma no Algarve e uma na Madeira.

Os dados precisam que as vítimas mortais têm entre 70 e 79 anos (quatro mulheres e quatro homens) e mais de 80 anos (quatro homens e três mulheres).

Taxa de incidência e índice de transmissibilidade

A taxa de incidência do vírus SARS-CoV-2 a nível nacional voltou a registar um aumento significativo, passando para 251,1 casos por 100 mil habitantes, enquanto o índice de transmissibilidade (Rt) subiu para 1,20.

Segundo o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS), a nível nacional, a taxa de incidência passou, desde segunda-feira, de 228,9 para 251,1 casos de infeção por 100 mil habitantes a 14 dias. Considerando apenas Portugal continental, este indicador registou também um crescimento, passando de 228,8 para 251,3 casos por 100 mil habitantes.

O Rt - que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus - registou um crescimento a nível nacional de 1,19 para 1,20 entre segunda-feira e esta quarta-feira, sendo também esse valor o de Portugal continental.

Estes dados são atualizados todas as segundas, quartas e sextas-feiras.

Os dados por regiões

Segundo o boletim da DGS, nas últimas 24 horas, o maior número de infeções ocorreu na região de Lisboa e Vale do Tejo, com 1.096 notificações, contabilizando esta área geográfica, desde o início da crise pandémica, 435.855 casos e 7.808 mortos.

Na região Norte, registaram-se mais 849 casos, totalizando 427.463 e 5.637 óbitos.

De acordo com o relatório diário sobre a situação epidemiológica, foram registados mais 696 casos de covid-19 na região Centro, perfazendo um total de 156.470 infeções e 3.243 mortos.

O Algarve notificou mais 199 casos, acumulando 47.393 contágios e 501 óbitos.

Os dados apontam também a existência de mais 173 novos casos de infeção no Alentejo, que soma 41.937 contágios e 1.059 mortos desde o início da pandemia, em março de 2020.

Já a região Autónoma da Madeira contabilizou, nas últimas 24 horas, 126 novos casos, somando 14.131 infeções e 89 mortes, e os Açores mais 11 novos casos, totalizando 9.992 contágios e 48 mortes.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

As medidas propostas pelos especialistas para combater a quinta vaga da pandemia

Com Portugal na quinta vaga da pandemia, o Governo deve aprovar hoje novas medidas, cerca de uma semana depois de o grupo de peritos ter proposto um plano para conter o aumento de infeções.

Apresentado na reunião do Infarmed de 19 de novembro por Raquel Duarte, do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto, este plano defende a necessidade de adotar as medidas antes do período de Natal, para minimizar o risco de aumento exponencial de casos, que podem duplicar ou triplicar em poucas semanas.

Covid-19: a vacina é segura para crianças dos 5 aos 11 anos, considerou a EMA

A Agência Europeia do Medicamento recomendou hoje aprovação da vacina da Pfizer para crianças dos 5 aos 11 anos.

O professor de Saúde Pública internacional Tiago Correia explica que a decisão foi ponderada e foi tomada para reduzir os contágios.

Tiago Correia diz que confia que a EMA tomou uma decisão ponderada, como todas as anteriores decisões de saúde pública que já tomou ao longo dos anos.

INSA INVESTIGA "SUBIDA ABRUPTA" DE SUBLINHAGEM DA VARIANTE DELTA

O INSA está a investigar a "subida abrupta" desta sub-linhagem da variante Delta do coronavírus SARS-CoV-2, que em duas semanas se espalhou por 42 concelhos.

Segundo o último relatório do INSA relativo à diversidade genética do SARS-CoV-2 em Portugal, a frequência relativa desta sub-linhagem, que tem uma mutação num local reconhecido como potencialmente crítico para a ligação do vírus às células humanas, subiu de 1,4% para 7,6%.

Bruxelas propõe revisão do prazo de validade dos certificados para 9 meses

A Comissão Europeia propõe a revisão do prazo de validade do certificado de vacinação da covid-19 para 9 meses, após a segunda toma da vacina.

Bruxelas abre ainda caminho para que as doses de reforço sejam vinculadas aos certificados.

Mais de 5,1 milhões de mortos no mundo, 1,5 milhões na Europa

A covid-19 provocou pelo menos 5.156.563 mortes em todo o mundo, entre mais de 257,51 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

LINKS ÚTEIS

MAPA COM OS CASOS A NÍVEL GLOBAL