Violência em Moçambique

As primeiras imagens de Palma mostram dezenas de corpos espalhados pelo chão

As imagens são chocantes e podem impressionar.

O Exército de Moçambique garantiu esta segunda-feira que já controla totalmente a vila de Palma e foi autorizada a entrada de jornalistas.

As primeiras imagens da vila atacada há duas semanas pelos jihadistas revelam as marcas do ataque e dos combates com os militares moçambicanos.

Nas ruas, há corpos por todo o lado e sinais dos combates e da fúria contra os edifícios estatais e contra os símbolos do poder de Maputo. Muitas estruturas foram incendiadas.

A ofensiva a Palma foi lançada a 24 de março por um grupo filiado ao Daesh. Provocou centenas de vítimas e milhares de deslocados, interrompeu os projetos de exploração de gás natural na região e agravou ainda mais a situação de humanitária em Cabo Delgado.

A ONU diz que há mais de 700 mil pessoas a precisar de ajuda urgente.