Vistos Gold

Após quatro adiamentos, leitura do acórdão do processo dos Vistos Gold marcada para hoje

Miguel Macedo e antigos responsáveis do SEF e Instituto dos Regidos e Notariado entre os arguidos.

A leitura do acórdão do processo Vistos Gold foi esta sexta-feira adiada para o dia 4 de janeiro devido à greve parcial dos funcionários judiciais.

A notificação do adiamento da decisão foi feita verbalmente pelo juiz Francisco Henriques aos arguidos e aos advogados 15 minutos depois da hora prevista para o início da leitura da decisão.

O ex-ministro Miguel Macedo, o antigo presidente do Instituto de Registos e Notariado António Figueiredo e os restantes arguidos do julgamento do processo Vistos Gold deveriam conhecer esta sexta-feira a decisão, quase dois anos após o seu início.

Lusa