Web Summit

Ministro diz que startups estão a ajudar Portugal a mudar a imagem do país

ANDRÉ KOSTERS

Ministro da Economia falava em Belém, num encontro entre o Presidente da República e as startups portuguesas participantes na Web Summit.

O ministro da Economia cessante, Pedro Siza Vieira, disse esta quinta-feira que as startups portuguesas que vão participar na edição deste ano da Web Summit estão a "ajudar Porutgal a mudar a imagem" que o mundo tem do país.

Pedro Siza Vieira, que é reconduzido no cargo e toma posse no próximo sábado, falava em Belém, num encontro entre o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e as 'startups' portuguesas participantes na Web Summit, considerada uma das maiores cimeiras tecnológicas.

Dirigindo-se aos empreendedores presentes na sala, Pedro Siza Vieira começou por cumprimentar a "turma de 2019", que disse saber que era "de facto a melhor turma", representando "um salto muito grande face às edições anteriores".

"Mais do que os negócios que têm para propor, o sistema que vos ajuda a crescer, a vossa presença está a ajudar Portugal a mudar a imagem que o mundo tem do nosso país", afirmou Pedro Siza Vieira.

"Somos capazes de mostrar ao mundo empresas de sucesso, que surgiram a partir da iniciativa do empreendedorismo", destacou o ministro.

"Tantas pessoas como vós estão a aparecer no mundo a contribuir para mudar a imagem do nosso país", disse, salientando que aquilo que as 'startups' vão mostrar nos próximos dias na Web Summit e nos próximos anos vai permitir reforçar o "projeto de afirmação" de Portugal.

A Web Summit decorre este ano entre 5 e 7 de novembro, no Parque das Nações, em Lisboa, e tem abertura oficial no dia 4.

Lusa