Web Summit

Startup portuguesa aposta na canábis medicinal

Está na Web Summit à procura de investimento.

Henrique Sardinha criou a "Preze" com o objetivo de desenvolver terapêuticas com canábis medicinal para doentes com cancro, patologias neurológicas e doenças autoimunes.

O "gatilho" para esta ideia surgiu depois de um amigo que sofre de uma doença autoimune ter começado a tomar CBD - substância química da canábis - e ter notado melhoras.

A empresa farmacêutica tem já uma pré-autorização do Infarmed, mas precisa ainda de uma inspeção final para garantir a segurança e condições da plantação.

Henrique está esta terça-feira com a "Preze" na Web Summit à procura de investimento e para dar a conhecer a empresa.