New Articles

Ministra acusa governo PSD de não ter aberto vagas para medicina especializada

Marta Temido negou o aumento do número de camas nos cuidados intensivos e avançou que o governo está a investir no reforço da capacidade da medicina intensiva

Marta Temida disse, esta quarta-feira, durante o debate com o primeiro-ministro, que o governo não se comprometeu a aumentar o número de camas dos cuidados intensivos.

Questionada pelo deputado do PSD Ricardo Baptista Leite sobre as 400 novas camas nos cuidados intensivos, a ministra da Saúde lançou críticas ao governo de Passo Coelho por não ter aumentado o número de vagas para a medicina especializada.

"Aquilo que estamos a fazer é o reforço da capacidade de medicina intensiva, sabendo que é mais fácil comprar ventiladores e mais difícil formar intensivistas. Sobretudo quando durante tantos anos alinharam e não aumentaram as vagas de acesso à especialidade", respondeu a ministra.