Mundo

Mãe viaja para a Turquia e convence o filho a deixar o Estado Islâmico

Uma mulher de Londres viajou para a Turquia e convenceu o filho a deixar o grupo Estado Islâmico. A mulher, com 45 anos, deslocou-se até às proximidades da fronteira com a Síria para salvar o jovem de 21 anos.

© Suhaib Salem / Reuters

A mãe contou à BBC que o filho se converteu ao islamismo em 2011, depois de frequentar palestras na mesquita do bairro e de pesquisar sobre a religião na internet. 

No início deste ano, o jovem fugiu de casa e viajou para a Síria, onde se juntou a um grupo ligado ao "Estado Islâmico".

A mulher manteve sempre contacto com o filho pelo telefone, durante os quatro meses em que ele esteve na Síria, para o convencer a voltar. 

E para isso, usou uma técnica: "não o fiz de forma consciente, mas disse-lhe que não conseguia viver mais sozinha no nosso apartamento e que ia procurar um trabalho no exterior", contou à BBC. 

Mas acha que foi isso que convenceu o filho a voltar para casa.

Durante o tempo em que esteve na Síria, o jovem ficou ferido nas costas durante um tiroteio entre frações rivais.

Foi aí que a mãe decidiu ir para Adana e quando chegou ao local enviou uma SMS ao filho com o endereço do hotel. 

Após duas semanas o jovem apareceu e voltaram para Londres.
  • “Entregues à Sorte” – Primeiro episódio
    30:41