Mundo

Transpirar na sauna ajuda a manter o cérebro saudável

AL GRILLO / AP

O estudo vem do país em que a sauna é tradição: investigadores finlandeses garantem que umas horas de transpiração por dia ajuda a manter o cérebro saudável e a prevenir doenças como Alzheimer.

Há já 20 anos que os investigadores da Universidade da Finlândia Leste acompanham um grupo de 2300 homens, atualmente de meia-idade. Concluíram que aqueles que frequentam a sauna de dois a sete dias por semana têm 66% menos probabilidade de desenvolverem demência e 65% menos de desenvolverem Alzheimer, do que aqueles que só vão à sauna uma vez por semana.

"Tivemos em conta outros fatores, como a atividade física ou fatores socioeconómicos. Existe de facto um efeito da sauna nestes resultados", garante o investigador e professor de medicina Jari Laukkanen. Salienta no entanto que este estudo apenas se debruçou sobre homens finlandeses e que será interessante fazer outros com diferentes grupos etários e outras nacionalidades.

As conclusões da investigação, publicada na revista científica Age and Ageing, vão ainda mais longe, sugerido que os benefícios se estendam do cérebro ao coração.

Os homens que frequentam a sauna sete vezes por semana têm menos probabilidade de morrer com doenças cardíacas, comparando com aqueles que vão à sauna uma vez por semana. "Na sauna, o batimento cardíaco aumenta à medida que começamos a transpirar. É um pouco como o exercício físico", explica Laukkanen. "Depois da sauna, a pressão arterial está mais baixa".