Mundo

Fotografa uma das cobras de estimação, é mordido e acaba por morrer

Um jovem indonésio, que foi mordido pela sua cobra de estimação, publicou várias fotografias, nas redes sociais, a pedir ajuda. Menos de 12 horas depois, o rapaz de 14 anos acabou por morrer devido ao veneno do animal.

Aril foi mordido no braço pela cobra de estimação, enquanto tentava tirava uma fotografia com o animal, na sua casa em Badung, na Indonésia.

Segundo o Daily Mail, o rapaz de 14 anos publicou a primeira de duas fotografias no WhatsApp às 9:50 (hora local), na qual mostrava a cobra a abrir o seu "capuz".

AsiaWire

As imagens foram publicadas no passado dia 11 com a mensagem "Porque não sorrir um pouco" e, de acordo com o jornal inglês, terão sido tiradas após o animal receber um banho.

A segunda imagem mostra o braço do jovem, mordido pela cobra, com um atacador que prevenia o veneno de se espalhar pelo corpo de Aril. "Entre a vida e a morte" foi a mensagem que acompanhou a fotografia.

A mãe contou aos media locais que o jovem estava sozinho em casa, na altura do incidente, e chegou a pedir ajuda aos amigos, através da rede social de mensagens instantâneas. A ajuda chegou uma hora depois de as fotografias serem publicadas. Aril acabou por morrer no hospital, 12 horas depois, com o tratamento médico a não conseguir ressuscitar o jovem.

De acordo com os media locais, Aril tinha mais de 10 cobras. Era também um membro ativo de uma organização não-governamental que organizava espetáculos de rua com répteis perigosos, de modo a angariar dinheiro para ajudar as vítimas de desastres.