Mundo

Sondagem dá vitória a Cidadãos mas partidos separatistas mantêm maioria na Catalunha

Uma sondagem publicada pelo diário catalão La Vanguardia indica uma vitória dos Cidadãos para o parlamento regional da Catalunha, mas a soma dos partidos independentistas continuará a ter a maioria absoluta dos lugares.

A consulta foi feita por telefone e não à saída das urnas, mas é uma das únicas que está a ser revelada, visto que a maior parte das televisões nacionais decidiram, ao contrário de outras eleições, não organizaram as sondagens tradicionais.
A La Vanguardia indica também uma taxa de participação de 84%, quase 10 pontos percentuais superiores à da eleição anterior, de 2015.


Apesar da vitória do partido constitucionalista Cidadãos (direita liberal) com 34 a 37 de um total de 135 lugares do parlamento regional, a soma dos partidos independentistas conseguia obter 67 a 71 lugares, sendo 68 os deputados necessários para obter a maioria absoluta.


Todos os analistas consideram que esta sondagem dá uma imagem idêntica ao que tem sido noticiado nos últimos dias, mas insistem em pedir muita prudência com esta sondagem, visto tratar de uma consulta feita pelo telefone.
Os catalães votaram hoje, entre as 09:00 e as 20:00 (menos uma hora em Lisboa), para o parlamento regional em eleições em que o bloco de partidos que defendem a unidade de Espanha estão a tentar ultrapassar os que pretendem a independência da região, que na assembleia anterior tinham 72 dos 135 lugares.


A consulta tem lugar pouco menos de dois meses depois de o chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, ter destituído o governo regional anterior liderado por Carles Puigdemont por ter feito uma tentativa de secessão da Catalunha.


O ex-presidente catalão acompanhará a noite eleitoral no centro de convenções de Bruxelas, onde se encontra desde a declaração unilateral de independência, juntamente com quatro antigos membros da Generalitat.

Lusa