Mundo

Donald Trump tece duras críticas ao serviço postal dos Estados Unidos

Jonathan Ernst

O Presidente dos Estados Unidos criticou o serviço postal norte-americano por estar "a perder mil milhões de dólares/ano" e indagou a razão por que se recorre à "Amazon e outras empresas mais pequenas para a entrega de encomendas".

Numa rede social, Donald Trump comentou que o serviço postal dos Estados Unidos "deveria entregar muito mais" encomendas.

O serviço postal dos Estados Unidos registou perdas durante 11 anos seguidos, muito por causa de pensões e despesas de saúde.

As compras 'on line' permitiram o crescimento do volume de negócios no segmento de entrega de encomendas, mas tal não compensou os declínios no correio de primeira classe.

Recentemente, os reguladores federais autorizaram aumentos significativos nos preços dos selos, além da taxa de inflação, o que pode eventualmente levar a um acréscimo das margens da empresa.

A Amazon, fundada por Jeff Bezos, proprietário do jornal Washington Post, está na mira de Trump, fortemente crítico dos média, em particular daquele órgão de comunicação social e do dono por causa da cobertura da sua candidatura presidencial.

Segundos depois de Trump ter escrito a mensagem sobre o serviço postal dos Estados Unidos e a referência à empresa de Bezos, as ações da Amazon.com passaram de positivo a negativo.

O envio de encomendas constitui o maior custo na venda a retalho 'on line', sendo que larga percentagem destes volumes é entregue pela UPS.

Com Lusa