Mundo

Oito efetivos das forças sírias e 14 jihadistas mortos em confrontos

Omar Sanadiki

Pelo menos oito efetivos das forças governamentais sírias e dos seus aliados morreram este domingo em confrontos com o grupo extremista Daesh no deserto da província síria de Deir al Zur (este), anunciou o Observatório dos Direitos Humanos.

Também 14 jihadistas do Daesh morreram na batalha.

A mesma fonte precisou que os combates ocorreram nas frentes localizadas entre duas estações militares, uma vez que as tropas do regime sírio procuram assegurar posições e obrigar o Daesh a retroceder.

Os confrontos sucedem-se à medida que o grupo radical se move entre a cidade de Albukamal, fronteiriça com o Iraque, e Al Mayadín, em preparação para uma ampla operação militar contra as forças do Governo sírio na zona desértica do este Deir al Zur e a oeste do rio Eufrates, segundo a organização não-governamental (ONG).

Atualmente, o Daesh domina apenas cerca de 3% do território sírio e tem presença destacada em Al Hasaka e Deir Zur, após perder o controlo de outras sete regiões desde 2017, segundo o Observatório.

O grupo radical tinha conquistado amplas zonas da Síria e também do vizinho Iraque e, em julho de 2014, no seu apogeu, proclamou um "califado" nos territórios que havia conquistado até então.

Lusa