Mundo

EUA sancionam empresas russa e chinesa por violarem embargo a Pyongyang

Andrew Harnik

O Tesouro norte-americano anunciou esta quarta-feira sanções financeiras contra duas empresas, uma russa e outra chinesa, por terem continuado as relações comerciais com a Coreia do Norte, apesar do embargo a Pyongyang.

O grupo chinês Dalian Sun Moon Star International Logistics Trading e a sua filial de Singapura foram acusados de exportar álcool e cigarros para a Coreia do Norte, falsificando os documentos de entrega.

A empresa russa Profinet e o seu diretor-geral foram igualmente sancionados por terem fornecido serviços portuários a navios norte-coreanos.

Lusa

  • A tendência verde
    22:12
  • Britânica que se juntou ao Daesh pede ajuda para regressar
    2:33