Mundo

Naufrágio de pirogas provoca 26 mortos no Mali

O naufrágio de duas pirogas no noroeste do Mali matou 26 pessoas, no sábado, anunciaram esta segunda-feira o Governo e a população local.

"Neste sábado, duas canoas com 48 pessoas a bordo viraram em Arnassey, na cidade rural de Bourem Inaly, na região de Timbuktu", referiu o ministro dos Transportes, Soumana Mory Coulibaly, em comunicado divulgado na noite de domingo para segunda-feira.

Segundo a nota, "este triste acidente causou a morte de 26 pessoas, tendo já sido recuperados 22 corpos.

As vítimas são agricultores que foram para os seus campos de piroga, aproveitando as cheias da estação chuvosa, afirmou à agência noticiosa France-Presse uma agricultora local, Martala Salley, confirmando o balanço.

"Foi antes de chegar ao destino que as duas canoas viraram", disse Yoro Maïga, conselheiro comunal da cidade vizinha de Diré, acrescentando que o vento aumentou a força da corrente.

"Conseguimos salvar alguns deles, não tinham objetos pesados, muito menos bagagem", sublinhou.

Em comunicado, o ministro lembrou a necessidade de cumprir as instruções de segurança, citando "o respeito da carga útil do barco", assim como "o estabelecimento da lista de passageiros", ou tendo em conta as condições meteorológicas e os coletes salva-vidas.

Em setembro, 20 pessoas morreram quando o camião que as transportava caiu num rio no centro de Mali.

Lusa