Mundo

Maduro prevê que dólar vai deixar de ser moeda de referência mundial

Handout .

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, previu esta quinta-feira que o dólar norte-americano deixará de ser uma moeda de referência mundial, para ser substituído por novas formas monetárias.

"Essa loucura esquizofrénica de sancionar todos os países do mundo, de ameaçar todos os países desde Washington fará com que matem a sua própria moeda", afirmou Nicolás Maduro.

O chefe de Estado venezuelano falava numa alocução ao país, transmitida em simultâneo - e de forma obrigatória - pelas rádios e televisões venezuelanas, num balanço dos 100 dias do novo pacote económico que eliminou cinco zeros ao bolívar forte para dar origem ao bolívar soberano e vinculou os salários à moeda virtual petro.

Segundo Nicolás Maduro, devido às sanções, "pela via da necessidade, está a surgir um novo sistema monetário, novas formas monetárias e comerciais de relacionamento, de compra e venda de serviços no mundo, e os países vão libertando-se" do dólar.

"E, quando pudermos demonstrar que os países podem funcionar sem o dólar, qual será o futuro do dólar?", questionou, respondendo de imediato: "Veremos".

Lusa