Mundo

Duas turistas nórdicas encontradas mortas em Marrocos

Os corpos de duas mulheres, uma dinamarquesa e outra norueguesa, foram encontrados numa "remota região montanhosa".

Duas turistas escandinavas foram encontradas mortas numa área montanhosa do sul de Marrocos, com marcas de violência nos pescoços, anunciaram hoje as autoridades marroquinas.

Os corpos de duas mulheres, uma dinamarquesa e outra norueguesa, foram encontrados hoje de manhã numa "remota região montanhosa" a 10 quilómetro de Imlil, uma pequena aldeia no Alto Atlas, no sul de Marrocos, segundo um comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

Uma investigação foi aberta para "esclarecer as circunstâncias do crime", que revela características de violência, com recurso a arma branca, acrescentou a fonte, sem dar mais pormenores sobre as circunstâncias dessa tragédia.

O maciço de Alto Atlas é conhecido pelos seus trilhos e recebe todos os anos dezenas de milhares de visitantes, sendo Imlil o ponto de partida para a subida do pico mais alto do norte da África, o Monte Toubkal (4.167 m).

O turismo é um setor chave da economia marroquina, que representa 10% da riqueza do país e é o seu segundo maior empregador após a agricultura.

Depois de vários anos de quase estagnação, Marrocos registou um número recorde de turistas em 2017, com 11,35 milhões de visitantes.

Lusa