Mundo

Aeroporto de Gatwick reabre a "número limitado de voos"

Peter Nicholls

Segundo maior aeroporto do Reino Unido reabriu ainda que de forma condicionada. Autoridades britânicas alertam para condicionamentos dos voos previstos de e para Londres

"A pista de Gatwick já está operacional e um número limitado de aviões já programados para a descolagem e aterragem", anunciou o aeroporto londrino na rede social Twitter, aconselhando os viajantes a confirmarem o estado dos voos com a companhia aérea, antes se se deslocarem para o aeroporto, onde os voos de e para Gatwick continuam sujeitos a atrasos e demoras

Cerca de 110 mil passageiros tinham ligações previstas de e para Gatwick e 10 mil foram mesmo afetados por cancelamentos desde as 21h00 de quarta feira quando o aeroporto teve de ser encerrado devido ao avistamento de dois drones.

O aeroporto ainda reabriu brevemente durante a noite, antes voltar a fechar às 3:45 da manhã desta quinta-feira. A pista não pôde ser reaberta durante o dia porque os drones voltaram, numa espécie de jogo do gato e do rato com a polícia.

Na noite desta quinta-feira, a polícia confirmou que foram avistados drones mais de 50 vezes em 24 horas.

O exército foi chamado a ajudar nas operações e o Ministério da Defesa instalou equipamentos especializados para ajudar a polícia a rastrear os drones.

Ao todo mais de 20 unidades da polícia e dezenas de agentes foram mobilizados.

Até cinco anos de prisão

A legislação que rege o uso de drones foi reforçada este ano no Reino Unido, proibindo seu uso a menos de um quilómetro de um aeroporto e em altitudes acima de 400 pés (122 metros).