Mundo

Raios causam 14 mortes desde outubro na província da Zambézia, em Moçambique

REUTERS

As vítimas mortais mais recentes são três pessoas fulminadas por um raio no dia 4 deste mês.

Catorze pessoas morreram atingidas por raios desde outubro na província da Zambézia, centro de Moçambique, refere em balanço o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades Naturais (INGC).

O chefe do Departamento Técnico do INGC na Zambézia, Barbosa da Silva, citado esta segunda-feira pelo diário O País, afirmou que as vítimas mortais mais recentes são três pessoas fulminadas por um raio no dia 4 deste mês, no distrito de Ilé.

Dois dias antes, cinco pessoas da mesma família morreram atingidas por uma descarga atmosférica no distro da Maganja da Costa.

"Estamos preocupados com esta situação, já temos um elevado número de vítimas de descargas eléctricas atmosféricas", declarou Barbosa Silva.

A prevenção de mortes por raios impõe que sejam realizadas ações de sensibilização que ensinem comportamentos de prevenção às populações, acrescentou.

LUSA

  • Um telemóvel com uma câmara diferente
    4:41