Mundo

Aconteceu a 11 de fevereiro

Alguns dos principais acontecimentos do 42.º dia do ano, Dia Europeu do 112, Dia da Cruz Vermelha Portuguesa, Dia Mundial do Doente e Dia Internacional da Epilepsia.

660 a.C.

Data provável da fundação do Império do Japão.

Atuais imperador e imperatriz do Japão, Akihito e Michiko.

Atuais imperador e imperatriz do Japão, Akihito e Michiko.

Reuters

1650

Morre, com 54 anos, o filósofo e matemático francês René Descartes, autor de "O Discurso do Método" e célebre pela sua frase "Penso, logo existo".

Pintura de René Descartes por Frans Hals exposta no Museu do Louvre

Pintura de René Descartes por Frans Hals exposta no Museu do Louvre

Frans Hals

1865

É fundada a Cruz Vermelha Portuguesa, na sequência da adesão de Portugal à primeira Convenção de Genebra, no ano anterior.

Cruz Vermelha Portuguesa

1929

O Estado do Vaticano é estabelecido pelo Tratado de Latrão.

Primeiro-ministro Benito Mussolini, ao centro, e o Cardeal Pietro Gaspari, sentado à esquerda.

Primeiro-ministro Benito Mussolini, ao centro, e o Cardeal Pietro Gaspari, sentado à esquerda.

ap

1945

II Guerra Mundial - É assinado o acordo de Yalta entre as potências aliadas com um conjunto de medidas a serem implementadas para derrotar definitivamente a Alemanha nazi.

Refugiados na Bélgica em janeiro de 1945

Refugiados na Bélgica em janeiro de 1945

ap

1975

O Partido Conservador britânico elege, pela primeira vez, uma mulher, Margaret Thatcher, para a liderança.

Margaret Thatcher com o marido Denis (direita) e o filho Mark

Margaret Thatcher com o marido Denis (direita) e o filho Mark

AP

1990

É libertado Nelson Mandela, 71 anos, dirigente histórico do ANC, Congresso Nacional Africano, preso durante 27 anos na prisão de Victor Verster, Cidade do Cabo.

AP

2005

A Autoridade da Concorrência aprova a aquisição de 49 por cento da SIC pela Impresa. A "holding" passa a deter a totalidade do capital.

2006

Manifestações pacíficas nas capitais europeias contra a publicação das caricaturas de Maomé. A Dinamarca encerra as embaixadas no Líbano, Síria, Irão e Indonésia.

AP

2011

Após 18 dias consecutivos de contestação, o Presidente egípcio, Hosni Mubarak, renuncia ao cargo. A onda de contestação fez pelo menos 300 mortos, segundo balanços da ONU e da organização não-governamental de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch, e vários milhares de feridos.

ap

2013

O Papa Bento XVI anuncia a resignação a partir dia 28 de fevereiro num discurso em latim durante um consistório no Vaticano.

AP

  • O fim da era Netanyahu em Israel?
    2:23