Mundo

Irão disponível para mediar conflito Índia-Paquistão

SHAHZAIB AKBER

Teerão apela aos dois países, que detém armas nucleares, para exercerem "contenção e iniciarem conversações o mais rápido possível".

O Governo iraniano mostrou-se hoje disponível para mediar o conflito entre a Índia e o Paquistão, países que mantêm relações estreitas com Teerão, e apelou para o diálogo "o mais rápido possível".

O chefe da diplomacia iraniana, Mohamad Yavad Zarif, declarou que o Irão está preparado "para contribuir para a solução pacífica das diferenças" entre os dois países, segundo um comunicado emitido pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Em contrapartida, o ministro apelou aos dois países, que detém armas nucleares, para exercerem "contenção e iniciarem conversações o mais rápido possível".

De acordo com a mesma nota, Zarif já manteve uma conversa telefónica com o homólogo paquistanês e pretende falar em breve com o chefe da diplomacia indiana.

Na quarta-feira, o Paquistão anunciou o encerramento do espaço aéreo, em resposta à escalada militar com a Índia, que se intensificou depois do derrube, no mesmo dia, de dois aviões de combate indianos.

A nova escalada entre as duas nações intensificou-se depois do ataque da Índia contra campos de treino do grupo radical islâmico Jaish-e-Nohammed (JeM), responsável pelo atentado que provocou a morte de 42 polícias na zona indiana de Caxemira, em 14 de fevereiro último.

Lusa

  • Mourinho procura clube e rejeita, para já, treinar seleções
    7:14