Mundo

Israel acusa Hamas e mobiliza reforços do exército para a Faixa de Gaza após ataque

ABIR SULTAN / EPA

Um rocket lançado do território palestiniano provocou sete feridos ao norte de Telavive.

O exército israelita anunciou hoje o envio de reforços para a Faixa de Gaza e a convocatória de reservistas, depois de um foguete lançado do território palestiniano ter provocado sete feridos ao norte de Telavive durante a madrugada.

"Após uma avaliação da situação pelo chefe do Estado Maior, enviamos duas brigadas para o reforço na zona do comando sul", referiu o exército numa mensagem publicada na rede social Twitter.

A nota também anunciou que reservistas foram convocados para tarefas específicas, sem referir o número.

O exército israelita responsabilizou hoje o movimento islâmico Hamas pelo foguete lançado a partir da Faixa de Gaza.

"Podemos confirmar que o Hamas foi o responsável pelo disparo de um foguete de fabrico local", disseram os militares no Twitter.

O foguete foi disparado do sul do território palestiniano e percorreu cerca de 120 quilómetros.

Lusa