Mundo

Chefe do exército argelino pede interdição do Presidente Bouteflika

Ramzi Boudina

Pedido surge na sequência da onda de protestos sem precedentes.

Os protestos contra o Presidente que está no poder desde 1999 começaram em fevereiro, depois de Bouteflika ter anunciado que se ia candidatar pela quinta vez à presidência da Argélia.

O Presidente argelino já tinha desistido de se recandidatar, mas quer permanecer no poder até que uma nova Constituição seja aprovada.

Com base na atual, caso Bouteflika seja afastado do poder, o Presidente do Senado sobe provisoriamente ao poder.

  • Minutos salva-vidas
    20:48