Mundo

Chefe das Forças Armadas da Argélia pede afastamento do Presidente

Louafi Larbi

Crise política na Argélia.

O chefe das Forças Armadas da Argélia pediu esta terça-feira o afastamento do presidente do país, Abdelaziz Bouteflika.

Pressionado pelas várias semanas de contestação nas ruas argelinas a exigir a demissão de Bouteflika, o responsável pelos militares pede para ser acionado um artigo da constitução que permite o afastamento do Chefe de Estado por doença.

O Presidente da Argélia sofreu um AVC há sete anos e, desde então, raramente é visto em público.

Se o afastamento avançar, o Presidente do parlamento assumirá o cargo até serem realizadas as eleições presidenciais.