Mundo

Palestiniano morto em Gaza por tiros israelitas em dia de manifestações

Exército israelita em posição junto a Gaza

ATEF SAFADI / EPA

Esperados hoje milhares de palestinianos em protesto contra a ocupação de Israel.

O Ministério da Saúde de Gaza informou que um homem palestiniano foi morto a tiros esta manhã por forças israelitas, perto da barreira que separa o enclave de Israel e onde é esperada hoje uma manifestação em massa.

Mohammed Saad, de 20 anos, foi atingido num campo de protestos a leste da cidade de Gaza, horas antes de uma concentração que assinala um ano dos protestos da “grande marcha do retorno”, indicaram as autoridades.

Os protestos iniciados a 30 de março de 2018 são oficialmente organizados pela sociedade civil, mas contam com o apoio do movimento radical palestiniano Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

Os palestinianos exigem o direito a regressar às terras que abandonaram ou de onde foram expulsos aquando da criação do Estado de Israel em 1948 e contestam o rígido bloqueio israelita ao enclave com mais de 10 anos.

Pelo menos 258 palestinianos foram mortos por tiros israelitas no último ano, a grande maioria durante as manifestações junto à barreira de segurança na qual milhares participam semana após semana.

Lusa

  • Visíveis - Ruca
    31:30
  • A reação do presidente do Benfica no momento em que se sagra campeão
    0:35