Mundo

Bolsonaro em Israel, país que afirma admirar

ABIR SULTAN

O Presidente do Brasil chegou hoje a Telavive para uma visita de Estado de quatro dias a Israel, um país que disse admirar em repetidas ocasiões.

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, chegou hoje a Telavive para uma visita de Estado de quatro dias a Israel, um país que disse admirar em repetidas ocasiões.

Num gesto de especial atenção que não tem com todos os líderes políticos, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, recebeu pessoalmente com uma cerimónia de honra no aeroporto de Ben Gúrion, perto de Telavive, o Presidente do Brasil, que hoje inicia a primeira visita de Estado a Israel.

"Em janeiro (quando viajou a Brasília para presenciar a tomada de posse do Presidente brasileiro), abrimos um novo caminho na nossa relação. Apenas três meses depois chega para a sua primeira visita a Israel para levarmos as nossas relações para uma nova fase", afirmou Netanyahu.

Bolsonaro sublinhou que leva "a maior delegação de sempre do Brasil a Israel", um país "com muito potencial que será também aproveitado pelo povo de Israel".

O Presidente brasileiro recordou a sua viagem a Israel em 2016, quando foi batizado no rio Jordão, num discurso repleto de referências religiosas e sublinhou que esta visita ocorre quando o seu Governo cumpre 100 dias e "firmemente decidido" a fortalecer laços com Israel.

"Os israelitas e os brasileiros partilham valores, tradições culturais, apreço pela liberdade e pela democracia (...) Temos que explorar o potencial e é o que vamos fazer nesta visita", sublinhou.

O Presidente brasileiro deverá decidir durante a visita de três dias se segue a decisão do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e muda a embaixada brasileira em Israel de Telavive para Jerusalém, uma mudança que prometeu em diversas ocasiões.

Lusa