Mundo

Migrantes partem portão fronteiriço e forçam entrada no México

Jose Torres

Grupo de 350 migrantes furou a barreira da polícia.

Um grupo de cerca de 350 migrantes quebrou os cadeados de um portão fronteiriço e forçou a entrada na fronteira sul do México, indicaram esta sexta-feira as autoridades do país.

O Instituto Nacional de Imigração mexicano não identificou as nacionalidades dos migrantes, mas são habitualmente provenientes da América Central.

Uma situação semelhante ocorreu na ponte que faz fronteira entre o México e a Guatemala no ano passado.

O instituto indicou que os migrantes agiram de forma "hostil e agressiva" e acusou-os de terem também atacado a polícia local de Metapa, uma aldeia mexicana situada entre a fronteira e a cidade vizinha de Tapachula.

O grupo de 350 migrantes furou a barreira da polícia que patrulhava a ponte e juntou-se a um grupo maior, de cerca de 2.000 migrantes, que se dirigia para Tapachula, a última caravana a entrar no México.

Lusa

  • O que resta do Titanic?
    2:12